Cinco viadutos e uma ponte devem ficar prontos até o final do ano em Santa Maria

Na semana passada, foi feita a colocação das vigas em dois viadutos da obra da Travessia Urbana de Santa Maria: o do Cerrito e o do Bairro Tancredo Neves. Com isso, são cinco viadutos e a ponte do Arroio Cadena que devem ser concluídas até o final de 2018, segundo o Dnit.

Até agora, já foram concluídas as pontes dos arroios Taquara e Ferreira, perto da Ulbra (ainda não liberadas ao trânsito), e os viadutos do Castelinho e do Patronato, de acesso ao novo shopping, que já estão sendo usados - nesse último, falta só colocar a camada definitiva de asfalto e a pintura emborrachada. Além dessas quatro obras prontas, confira a situação dos cinco viadutos e da ponte que devem ficar prontos ainda este ano. Os mais adiantados são o viaduto da Faixa Nova e a ponte do Arroio Cadena, cujas lajes já foram concretadas. O Dnit não dá data para liberar o tráfego nesses locais, mas deve ser nos próximos meses.

Prontos e liberados ao trânsito

  • Viaduto do Castelinho

  • Viaduto do Patronato (novo shopping, falta só colocar camada definitiva de asfalto e pintura emborrachada)

Prontos e não liberados

Devem ser liberados este ano

  • Viaduto da Faixa Nova**

  • Viaduto da Tancredo Neves

  • Viaduto da Duque de Caxias

  • Viaduto da Walter Jobim

  • Viaduto do Cerrito (foto ao

  • Ponte do Arroio Cadena** **Estão em fase mais adiantada

Ainda não começaram a ser feitos

  • Viaduto e trincheira da Uglione

  • Passagem inferior da Urlândia

  • Passagem inferior da Rua Capitão Vasco da Cunha

  • Viaduto da Cohab Santa Marta

  • Passarelas da Vila Floresta, bairro São João e Parque Pinheiro Machado

Contador dá dicas para quem vai declarar o Imposto de Renda

OUTRAS OBRAS

Quanto aos demais viadutos, o prazo de conclusão dependerá do ritmo das obras daqui para a frente, mas a previsão é estarem prontos até dezembro. É possível que o menor deles, do Cerrito, fique pronto antes, mesmo tendo começado depois. Os viadutos da Tancredo Neves e da Duque estão adiantados, mas podem demorar um pouco mais porque são bem mais extensos. Já o viaduto da Faixa para Rosário recém teve os pilares concretados. Além disso, deve começar em breve a construção da passarela da Vila Floresta, que fica entre a ponte do Cerrito e o Castelinho.

O ritmo das obras dependerá das verbas. Até agora, há garantidos R$ 48 milhões para este ano, mas a expectativa é conseguir mais recursos extras. A duplicação, que começou em dezembro de 2014, deveria ficar pronta até o fim de 2017. O Dnit acredita que será concluída no final de 2019 ou de 2020, dependendo das verbas disponíveis.

Infelizmente, a demora das obras prolonga os transtornos aos motoristas, que convivem com desvios, buracos e problemas de sinalização em alguns pontos. Mas ao menos, a duplicação não parou.

Fonte: Diário de Santa Maria

Foto: Gabriel Haesbaert (Diário)

Notícias em Destaque
Notícias Recentes