Trevo da Uglione (BR-392/RS) tem bloqueio total em alça neste final de semana (3 e 4/10)

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT/RS) informa que bloqueará totalmente o trânsito na alça que liga a BR-392/RS à avenida Hélvio Basso e BR-158/RS, no trevo da Uglione (BR-392/RS), neste sábado (3) e no domingo (4). Nestes dois dias, a interrupção de tráfego ocorre entre 7h30 e 18h30.


A intervenção, que foi planejada em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana de Santa Maria, tem a finalidade de garantir segurança aos usuários da rodovia e aos colaboradores da obra, durante a operação de içamento de vigas no novo viaduto. A implantação das estruturas é mais uma etapa do projeto em execução da Travessia Urbana de Santa Maria, que consiste na duplicação e adequação do segmento urbano das BR-158/RS e BR-287/RS.





Como ficará o fluxo?


- Durante o bloqueio da alça, quem se desloca da BR-392/RS em direção ao centro da cidade ou saída para Júlio de Castilhos deve utilizar rota alternativa, seguindo pelas ruas Aron Fischman e Dom Miguel Lima Valverde, no bairro Dom Antônio Reis. O desvio será sinalizado e monitorado por equipes de controle de tráfego (bandeirinhas).


- Quem trafega sentido Urlândia – Hélvio Basso deve passar pelo viaduto e fazer o retorno na rótula da rua Duque de Caxias.


- O DNIT lembra que a saída da avenida Hélvio Basso no sentido Camobi será totalmente bloqueada, sendo o fluxo desviado para a BR-392/RS e com retorno previsto no trevo de acesso ao bairro Lorenzi. A Autarquia recomenda rotas alternativas, como a avenida Medianeira, rua Duque de Caxias e avenida Fernando Ferrari para quem sai do perímetro urbano e deseja se deslocar na BR-158/RS em direção aos bairros Cerrito, Camobi e pela Faixa Nova de Camobi.


Na interseção com a BR-392/RS, o DNIT executa a maior Obra de Arte Especial (OAE) do projeto conhecido como Travessia Urbana de Santa Maria/RS. Após concluída, segregará totalmente o trânsito urbano do fluxo que utiliza a rodovia da zona de produção do Rio Grande do Sul, tanto para a região sul do Estado (Porto de Rio Grande), quanto para a Fronteira Oeste. Em julho deste ano, um dos viadutos foi liberado ao tráfego, garantindo uma ligação direta para quem trafega na direção Santa Maria-São Pedro do Sul e vice-e-versa, passando por cima do trevo existente.

Fonte: Ministério da Infraestrutura

Notícias em Destaque
Notícias Recentes