Plantio de 22,5 mil mudas será feito após o fim da obra da Travessia

Na segunda-feira, uma ouvinte da Rádio CDN questionou, durante o programa Sala de Debate, quando afinal será feita essa compensação ambiental. Em contato com a Gestão Ambiental da Travessia Urbana, a resposta foi de que o plantio será realizado após a conclusão das obras de duplicação. “Conforme a licença de instalação do empreendimento, é prevista a compensação e reposição florestal de 22.583 mudas de espécies nativas da região, referentes à supressão de 238,9 metros cúbicos de vegetação e 1.348 árvores, conforme projeto de Reposição Florestal a ser aprovado pelo Departamento de Biodiversidade da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema-RS). O projeto de plantio foi apresentado para a Secretaria do Meio Ambiente e seguiu as diretrizes do Plano Básico Ambiental da Obra. Ambas ações, plantio e transplantes, estão em tramitação de acordo com previsto com a Licença de Instalação, que em dezembro foi renovada e tem validade por mais 5 anos. Em obras públicas de grande porte, e em especial em

rodovias, o plantio compensatório é realizado posterior ao empreendimento, uma vez que podem ser necessárias adequações ao projeto e por consequência alterações no quantitativo a ser compensado.”


Por falar em final da obra, a projeção atual do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) é que a duplicação seja 100% concluída até junho deste ano – atualmente, está com 95% dos trabalhos concluídos. Porém, diante das obras que ainda faltam ser feitas no trevo da Uglione, será difícil cumprir com esse prazo atual.


Fonte: Diário de Santa Maria

Notícias em Destaque
Notícias Recentes
Arquivo Mensal
Pesquisa por tags
Sigam-nos
  • Preto Ícone Google+
  • Instagram Social Icon