PEA promove campanha educativa sobre toxoplasmose

Em sequência ao conjunto de atividades desenvolvidas pelo Programa de Educação Ambiental com trabalhadores da Travessia Urbana de Santa Maria, foram realizadas durante o mês de maio uma série de conversas com os colaboradores nos canteiros e frentes de obras sobre toxoplasmose. Formas de prevenir, cuidados e a transmissão da doença foram os pontos abordados nos encontros.

Como existe um surto de toxoplasmose em Santa Maria, fato que gera preocupação na comunidade, o DNIT, por meio da Gestão Ambiental das obras, intensificou a conscientização dos trabalhadores, realizando campanhas educativas. Com apoio de material gráfico são explicados os sintomas, medidas preventivas e o tratamento da doença. A meta é ampliar o acesso à informação sobre a toxoplasmose, orientando trabalhadores sobre alguns cuidados que devem ser tomados.

Entenda a Toxoplasmose

Conforme o Ministério da Saúde, A toxoplasmose é uma infecção provocada pelo protozoário Toxoplasma gondii. Não é transmissível de pessoa para pessoa. Os sintomas mais comuns para as doenças transmitidas por alimentos são falta de apetite, náuseas, vômitos, diarreia, dores abdominais e febre (dependendo do agente etiológico). Podem ocorrer também afecções extra-intestinais em diferentes órgãos e sistemas como no fígado (Hepatite A), terminações nervosas periféricas (Botulismo), má formação congênita (Toxoplasmose) dentre outros.

Tratamento

Em geral, as doenças transmitidas por alimentos são autolimitadas, com exceção de alguns casos em que coexistem outras patologias, em crianças, idosos e imunodeprimidos, e dependendo do grau de toxigenicidade do agente etiológico envolvido. Por isso, o tratamento é inespecífico, sendo imprescindível a orientação médica adequada. Em todos os casos, é importante monitorar o estado de hidratação e a duração dos sinais e sintomas, além de procurar o serviço de saúde para a indicação de terapêutica específica, de acordo com a suspeita clínica. Também é fundamental a reposição de líquidos, principalmente em crianças, idosos e imunodeprimidos que apresentam diarreia.

Prevenção

A prevenção das doenças transmitidas por alimentos baseia-se no consumo de água e alimentos que atendam aos padrões de qualidade da legislação vigente, higiene pessoal/alimentar e condições adequadas de saneamento. Para outras informações, consulte as orientações para o consumo seguro de alimentos clicando aqui!

Notícias em Destaque
Notícias Recentes
Arquivo Mensal
Pesquisa por tags
Sigam-nos
  • Preto Ícone Google+
  • Instagram Social Icon